Teste DISC: O que é + (planilha DISC)

Tabela DISC - Excel coaching

Você conhece o teste DISC?

DISC é a sigla para perfis de comportamento (dominância, influência, estabilidade e conformidade).

Algumas empresas já utilizam esse teste, com ele você consegue identificar qual o padrão predominante da sua personalidade.

Com essas informações, é possível avaliar quais são os fatores que te fazem agir em uma determinada situação, no ambiente que está inserido.

O teste DISC é tão eficiente que empresas utilizam o mesmo em testes para contratação profissional. É importante entender qual será o comportamento (atitudes) do seu futuro colaborador, por isso o DISC é muito utilizado no recrutamento, seleção e desenvolvimento.

O teste DISC foi desenvolvido pelo psicólogo William Moulton Marston, com o objetivo de entender como as pessoas interagem com o ambiente que vivem, e qual a causa de determinadas ações.

Em sua avaliação, Marston entendeu que, o comportamento das pessoas, é condicionado por basicamente dois fatores. O interno é resultado da percepção e avaliação no seu poder em relação ao ambiente.

Já a externa, é relacionada para à análise que faz frente com esse ambiente.

Esses dois fatores despertam quatro campos de comportamento, que são definidos de acordo com a situação.

Esses campos são a origem do nome: Dominância, Influência, Estabilidade e Conformidade.

No processo seletivo, a identificação das características em cada pessoa, ajuda verificar qual será a melhor área que ela pode atuar.

Quais são os perfis do Teste DISC

 

Dominância: Demonstra como o individuo lida com determinadas situações. Se essa característica é predominante, ele tende a enfrentar as situações com mais facilidade.

São mais determinados, exigentes e dependendo do momento, mais ousados, perfeito para cargos de liderança.

Influência: Possuem características mais emotivas, mas tem a habilidade de influenciar pessoas com muita facilidade, além do otimismo e da excelente habilidade comunicativa.

Estabilidade: Essas pessoas têm mais facilidade a se adaptar com rotinas e padrões. Em suma, são mais pacientes, tranqüilas e previsíveis.

Conformidade: Se encaixam muito bem lidando com processos, regras e analises. Possuem um senso lógico e analítico maior, além de mais disciplina e um traço mais perfeccionista.

 

Assim, você basicamente tem quatro perfis pré-estabelecidos:

– Executor

– Comunicador

– Planejador

– Analista

 

Executores: Seu foco está aliado na velocidade e no resultado final. São pessoas de mais ação, querem executar e verem resultados reais no curto prazo. São mais dinâmicos, ativos mais trabalhadores.

Logo, são quase sempre indicados para cargos de liderança. São mais confiantes, corajosos e tem a tendência de serem mais sinceros. Quando são alinhados com o propósito certo, conseguem fazer quase qualquer coisa. São mais determinados e com muita força de vontade.

Geralmente são mais motivados com desafios, e preferem ter autonomia na hora de realizar seu trabalho.

Mas nem tudo são flores, por ter um perfil mais ativo, sua sede por resultados no curto prazo pode deixar o executor impaciente ou até mesmo agir de forma impulsiva.

Por possuir uma personalidade forte, pode ser visto como autoritário e talvez inflexível. Por isso é preciso sempre fazer avaliações recorrentes, para que não vire o “tirano” do escritório.

 

Comunicadores: São especialistas em conexão. Devem trabalhar em áreas voltadas para relações e pessoas. Criam laços com muita facilidade e sabem atuar muito bem em grupo.

Maior facilidade para comunicação, mais sociáveis, extrovertidas e ativas. São persuasivas, possuem uma boa retórica e um certo charme.

Gostam de novidades e trabalhos movimentados, se adaptam muito rapidamente a maioria das situações, são flexíveis e otimistas por natureza.

Por terem uma necessidade de comunicação, eles precisam de atenção constante. Como são muito imaginativos, é preciso manter o foco, pois novidades podem ocupar a execução de uma determinada tarefa.

 

Planejador: Equilíbrio e harmonia, basicamente a definição do planejador. Seu “core” é focado em atividades mais seguras e previsíveis. São pessoas calmas, tranquilas e com um bom autocontrole. São fanáticas por rotina, mas em contrapartida são constantes e disciplinadas.

Segurança também é importante, ele sempre precisa saber com o que está lidando. São ótimos jogadores de “xadrez”, pois possuem um pensamento estratégico excelente, ótimo para traçar metas e planos de ação.

Por ser muito linear, em alguns casos, o planejador pode carecer de habilidades criativas. Seu “modus operante” mais seguro também pode ser um empecilho. Deve ser sempre estimulado.

 

Analista: Foco em qualidade acima de tudo, sempre na área de processos, o analista vê a necessidade de executar as tarefas com muita precisão e qualidade. É sempre atento aos detalhes, podendo ser muito perfeccionista.

Agora com relacionamentos, são mais retraídos e discretos. Mesmo tendo um lado “emotivo” com criticas, são pessoas fechadas e não dão demonstrações de afeto com frequência.

Sendo definidos como robôs, por muitos, eles possuem uma tendência artística muito alta, justamente por serem mais sensíveis. São mais curiosos e inteligentes, além é claro, de serem bons observadores.

O excesso de preocupação com a qualidade pode hábitos inflexíveis. Mesmo sendo bons no que fazem, por serem um pouco perfeccionistas, acabam tendo um pouco de pessimismo nas tarefas. Mesmo assim, são dotados de grande energia e olhos clínicos para detalhes.

 

Onde aplicar o teste DISC

Na maioria dos casos, o teste DISC é implementado em processos seletivos (recrutamento), e é amplamente utilizado para mapear candidatos. É muito usada entre as empresas, pois sua assertividade é altíssima.

O DISC também otimiza o tempo do recrutador, do candidato e da empresa, afinal, quando você já sabe o comportamento de determinada pessoa, você consegue direcionar o recrutamento com maior facilidade.

Aumentando as chances de escolher um candidato com o perfil ideal para o seu negócio

É claro que seleções internas são bem importantes. Para mudanças de cargo, promoções ou seletivas internas, o DISC, tem uma alta assertividade também.

Desenvolvimento Pessoal

Por ter uma avaliação individual, o DISC te permite descobrir em qual função você se encaixa mais.

Claro que estamos sempre mudando, crescendo e evoluindo, mas não podemos esquecer-nos da individualidade.

Um dos principais motivos para grande parte das pessoas se sentirem infelizes com o seu trabalho é exatamente esse, trabalhar em uma função completamente diferente do seu perfil pessoal.

Ser uma analista, mas tentar trabalhar em cargos de dominância ou exposição muito alta ou vice versa. Entenda, não somos todos iguais.

É importante respeitar qual o seu perfil e buscar um setor onde você tenha um bom desempenho, mas se sinta completo com o trabalho que realiza. Chega de odiar segunda-feira.

 

Feedback

O DISC é uma ótima ferramenta, e com certeza vai estar ou já esteve presente na sua empresa. É importantíssimo avaliar os feedbacks que você recebe.

Criticas construtivas são sempre bem vindas. Em alguns casos, não percebemos que nossas habilidades utilizadas melhor em outro setor,  ou em outra vaga.

Quer ter mais agilidade e controle com o teste DISC?

Conheça nossa planilha e melhore a gestão da sua empresa.

Planilha teste DISC

Clique abaixo

1
Olá,
Podemos Ajudar?
Powered by